quarta-feira, 21 de novembro de 2012

De novo a dor...

nunca quis pautar este blog com dor e sofrimento, mas parece que ultimamente as notícias não facilitam. Como o S. tem dito, temos 10 minutos de calma e tranquilidade até vir outra preocupação.
Ora foi o meu pai que começou a não se alimentar bem, ora foi a perda de sangue e os exames, ora perde a sensibilidade nas mãos quando se enerva, as situações que ele ficou a saber que se passam onde ele trabalhava, a junta médica (que decidiram pela reforma por invalidez), ora foi o I. com febre alta, o tornado que deixou o carro do S. em muito mau estado (felizmente ele saiu ileso!!), agora a R. que perdeu completamente o apetire e começou com diarreia...e hoje, os meus pais foram de novo ao IPO com o resultado de um TAC feito só para despiste e...parece que vamos ter que ir à luta de novo :'(.
Sem surpresas...estou para lá de angustiada com esta espera pelas notícias...angustiada com o que ele estará a sentir, com o desespero que sei que a minha mãe está a sentir mas com a ideia de que tem que ser sempre forte por todos nós. Sei que ela vê que o meu pai não está bem, que a capacidade de discernimento dele está alterada...mas só ela não vê a depressão profunda em que cai, cada vez mais, a cada dia que passa. Sofro pelos dois, porque quero ajudá-los em tudo o que precisam...porque não quero que sofram mais...porque não é justo um homem como o meu pai passar este sofrimento todo novamente, porque não é justo a minha mãe chorar e sofrer desta maneira...

Não foram estes os anos que sonhei para os meus pais...não era esta a reforma que eles mereciam...tanto que sonhámos com os passeios que fariam, os acampamentos por essa Europa fora... Mas fica prometido...assim que a R crescer um bocadinho, vamos todos!!! TODOS!!! E vamos estrear aquela "mansão" que nos ofereceram pelo casamento!!

Não é fácil estar aqui...simplesmente à espera de notícias quando queria estar perto deles neste momento...todos, porque sei que o S. neste momento também está com eles no pensamento.

4 comentários:

Saltos Altos Vermelhos disse...

Oh caraças :( não sabia nem de metade :( Realmente quando começam as más noticias... mas tudo vai se recompor tenho a certeza! Depois da tempestade vem a bonança! Muita Força e um beijinho do tamanho do mundo para vocês! És o exemplo que tudo se ultrapassa com força e perseverança :)

R* disse...

Obrigada SAV!!!
Depois de um ano e meio de luta e muito sofrimento, voltamos à estaca 0...não é justo para eles...e eu, sentir a impotência de não lhes conseguir aliviar a dor...
Beijinho grande e obrigada pelo apoio!!!

Soneca disse...

R., tem de se viver um dia de cada vez e ter esperança que tudo se vai resolver.
E não te atormentes tanto. De alguma maneira hás-de conseguir apoiar os teus pais. Da maneira que te for possível. As coisas não são sempre como queremos.
Porque não tentas arranjar apoio psicológico para a tua mãe? Há associações que têm grupos de apoio muito bons. Quando se partilha, tudo parece mais fácil de suportar.
Muita força.
Beijinho.

Filipa disse...

Oh :( nem sei o que dizer... Dá noticias! Bj apertado