quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Alegria, alegria!!!!

Hoje foi o último tratamento de radioterapia do meu pai! 
Nem consigo descrever a alegria e o alívio que encheram o meu coração agora que acabei de ouvir estas palavras ditas pela minha mãe! Tá certo que pensámos que o último fosse amanhã, mas parece que afinal no dia em que pensámos que fosse só a marcação dos campos, fez logo o primeiro tratamento.

Mais uma etapa superada...e com distinção!!!! O cabelo ficou um bocadinho mais fraquinho, caiu alguma barba, incharam um bocadinho os tecidos e ontem ficou um bocadinho mais avermelhada, parece que nestes últimos dias queimou um bocadinho por dentro mas...nada de úlceras, nada de queimaduras (2º e 3º grau como fomos alertados), quedas de cabelo e dificuldades na deglutição (ajuda também o facto dele se alimentar pela PEG)...é mesmo um guerreiro!!!! Agora é o aguenta coração até à consulta no IPO.

E a minha mãe?!!! Até me emocionei com o alívio que senti nela. Tem sido demasiado complicado para ela lidar com tudo isto e apesar da sua fragilidade, tem sido um rochedo! Mas mais uma vez...vê se te atinas que eu estou aqui para te ajudar e amparar...já te disse que não podes carregar o peso do Mundo todos nas tuas costas, deixa-me ajudar-te!!!!!

Acredito mesmo que é mais um capítulo encerrado.

3 comentários:

teardrop disse...

Fico feliz ao ler as notícias! A minha mana é técnica de radioterapia e espero que o teu pai tenha apanhado uma equipa como a dela!
E agora, que continue a correr tudo bem! Pensamentos positivos e muitos miminhos ao papá!
Beijinhos

Filipa Serrão disse...

ai graças a deus R! Fico mesmo satisfeita e aliviada por ler isto, já mereciam o descanso. Beijinho grande

R* disse...

Obrigada, obrigada!!!
Teardrop, felizmente o meu pai tem tido profissionais fora de série a acompanhá-lo, dos médicos aos enfermeiros, e agora esta equipa...é um alívio sentir que estão em boas mãos e que além de bons profissionais são pessoas Humanas. E parabéns à tua irmã por seguir uma carreira tão importante!!!

Filipa, é mesmo! Ainda há um longo caminho a percorrer, mas sentir que as etapas vão sendo ultrapassadas tiram-nos toneladas de cima dos ombros :)...

Bjocas grandes e muito obrigada!